Setor de energia

ABCD amplia representatividade com novas associadas SCD e SEP

Share:

Associação Brasileira de Crédito Digital amplia representatividade com novas associadas SCD e SEP

Fintechs BULLLA, Ótimo SDC/SA e Peak Invest são novos membros da entidade

São Paulo, 15 de fevereiro de 2023: A Associação Brasileira de Crédito Digital iniciou o ano ampliando sua representatividade nos segmentos de Sociedades de Crédito Direto (SCD) e de Sociedades de Empréstimo entre Pessoas (SEP). Fazem parte agora da entidade as SEPs BULLLA e Peak Invest, além da SCD Ótimo.

Primeira SEP aprovada pelo Banco Central, o BULLLA nasceu em 2017 para oferecer soluções de crédito para as classes C e D. Com mais de 345 mil cartões emitidos, três milhões de transações por ano e cerca de R$ 204 milhões em operações financeiras, seu principal produto é o BulllaEne, cartão de benefícios flexíveis que vai além da alimentação e refeição, possibilitando antecipação salarial e um limite de crédito parcelado, inclusive para negativados, além de oferecer conta para pagamentos, em um ecossistema que envolve colaboradores, RHs e empresas.

“O principal impacto direto do BULLLA é social. A chegada à ABCD reforça nosso comprometimento em ajudar de forma descomplicada e democrática as classes C e D por meio de crédito justo e transparente. E amplia nosso ecossistema de atuação a médio e longo prazos para gerar produtos cada vez mais relevantes à vida real do nosso público”, afirma o CEO e cofundador do BULLLA, Marcelo Villela. “Nosso objetivo é caminhar ao lado do setor para construir um mercado financeiro mais igualitário e transparente, acessível a todos, com foco em soluções cada vez mais tecnológicas”, completa.

A Peak Invest nasceu como uma empresa de peer to peer lending também em 2017, realizando sua primeira operação em outubro de 2018. Até 2021, a fintech atuou como Correspondente Bancário do Banco Topázio e BMP, quando obteve licença do Banco Central para operar como instituição financeira SEP. Desde que chegou ao mercado, já realizou mais de 1.570 operações e concedeu R$ 130 milhões em crédito. Atualmente, possui mais de 40 mil clientes pessoas físicas e jurídicas cadastrados.

VEJA TAMBÉM:  Fraudadores aproveitam ascensão das fintechs para enganar vítimas

“O modelo P2P Lending é uma excelente alternativa para investidores comuns investirem em crédito privado, ao mesmo tempo é uma nova fonte de recursos para tomadores de crédito que buscam taxas de juros mais acessíveis. Em 2023, seguimos fomentando o modelo P2P, porém, com a nossa estrutura como Instituição Financeira aliada à tecnologia, boa parte de nossos esforços serão direcionados ao desenvolvimento de soluções como plataforma de serviços financeiros. Operando no modelo LAAS, com conta de liquidação, oferecemos serviços que cobrem todo o ciclo do crédito para fintechs, marketplaces, securitizadoras, Fidcs, entre outros. Nesse cenário, fintechs como a Peak potencializam a oferta ao crédito por meio de tecnologia e custos menores de operação e intermediação”, ressalta Marcio Berger, CEO e cofundador da instituição financeira. Sobre a associação à ABCD, Berger afirma que o objetivo principal é contribuir para o crescimento sustentável do mercado de crédito digital e estar por dentro de todas as novidades do setor. “Além de buscar sinergias com os outros membros e participantes, temos o propósito de descentralizar e desburocratizar todo o ciclo de crédito”, afirma o CEO.

Em operação desde 2019, a Ótimo SDC é uma plataforma 100% online especializada em produtos e soluções de pagamento e de crédito voltados a pessoas jurídicas e aos clientes pessoas físicas decorrentes da relação com as empresas atendidas. Participante do PIX e também certificada pelo Open Finance, a Ótimo foi a oitava Sociedade de Crédito Direto autorizada a operar no país.

“As fintechs vieram não só para ficar como também estão demonstrando sua importância para o país. É um setor relevante e, por isso, em nossa avaliação, já era hora de fazer parte de uma entidade que nos apoia e representa, levando adiante demandas capazes de maturar ainda mais o segmento”, analisa Fernando Bastos de Aguiar, CEO da Ótimo SDC.

VEJA TAMBÉM:  ABCD - Estudo mapeia inadimplência entre as fintechs de crédito

Claudia Amira, diretora-executiva da ABCD, destaca que a chegada das novas associadas fortalece a representatividade da entidade. “A associação segue em sua estratégia de expansão para potencializar ao máximo o encaminhamento de pleitos de nossos associados, contribuindo assim para o aumento da oferta de crédito e o surgimento de novos produtos e serviços capazes de atender da melhor forma possível a todos os perfis de tomadores.”

 

Sobre a ABCD

A ABCD (Associação Brasileira de Crédito Digital) é uma associação sem fins lucrativos de âmbito nacional formada por fintechs que oferecem produtos e serviços financeiros. Em franco crescimento no Brasil e no mundo, as fintechs estão mudando a dinâmica do mercado de crédito. São três os objetivos principais da ABCD: busca de maior eficiência no ciclo de crédito, fomento de iniciativas que propiciem o desenvolvimento do mercado de crédito digital no qual as fintechs associadas atuam e criação de relacionamento institucional consistente com os reguladores e demais agentes do ecossistema do crédito.

 

 

 

Relacionados

Setor de energia
ABCD amplia quadro de empresas parceiras

Associação Brasileira de Crédito Digital amplia quadro de empresas parceiras  Agora Eu pago...

Praia Grande recebe o Cine CAEDU, diversão gratuita para todas as idades

Praia Grande recebe o Cine São Paulo CAEDU, uma proposta de diversão gratuita...