cpqd

Gestão das novas redes de telecomunicações é o foco de projeto do CPQD

Share:

Compartilhe

Siga no Google Notícias

 

Gestão das novas redes de telecomunicações é o foco de projeto desenvolvido pelo CPQD 

 

Campinas, 24 de maio de 2022 – O aumento da complexidade das novas redes de telecomunicações – ópticas e 5G, por exemplo – vem exigindo o uso de recursos e soluções inovadoras para atender aos diferentes processos relacionados à operação, manutenção, planejamento e auditoria dessas redes. Dar um suporte inteligente e mais eficiente a esses processos é o principal objetivo do projeto Gestão 4.0 de Redes de Telecom, que o CPQD começou a desenvolver com o apoio de recursos do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (FUNTTEL), do Ministério das Comunicações, gerenciados pela Finep.

Com duração de 40 meses, o novo projeto tem como foco o desenvolvimento de uma plataforma de apoio técnico às equipes de escritório e de campo das empresas de telecom – operadoras e provedores de serviços de internet (ISPs). “A intenção é tornar as redes dessas empresas mais resilientes, por meio da adoção de novas tecnologias que permitam otimizar e adicionar mais inteligência aos seus processos de gestão”, explica Andréa de Campos Oliveira, gestora do projeto no CPQD.

Entre as tecnologias que deverão ser aplicadas para auxiliar o trabalho das equipes (de escritório e de campo) das empresas de telecom, destacam-se recursos de Inteligência Artificial (IA) e machine learning, Internet das Coisas (IoT), processamento de imagens e realidade aumentada. Com a distribuição de sensores e atuadores IoT pela rede, por exemplo, a ideia é automatizar diversas ações das equipes e, ainda, fornecer dados para a criação de uma base de conhecimento que deverá dar suporte a análises e tomadas de decisões.

VEJA TAMBÉM:  CPQD lança identidade digital descentralizada fornecida no modelo SaaS

Já o uso de machine learning dará ao pessoal de escritório subsídios para a definição de ações preventivas – e proativas – relacionadas à operação e manutenção da rede. E a aplicação de técnicas imersivas, como realidade aumentada, irá facilitar a visualização de informações de campo pelos especialistas responsáveis por dar suporte remoto às redes. “Tudo isso deverá trazer melhorias aos serviços prestados aos usuários, com redução de erros, aumento da produtividade e, ainda, diminuição dos custos operacionais”, conclui Andréa.

 

Sobre o CPQD

Com foco na inovação em tecnologias da informação e comunicação, o CPQD mantém um amplo portfólio de soluções que são utilizadas nos mais diversos segmentos de mercado, no Brasil e no exterior, e aceleram a geração de valor no processo de transformação digital, contribuindo para a excelência da operação, transformação da experiência do usuário, reinventando modelos de negócios, conformidade de segurança e criando novos produtos. Referência tecnológica no país, o CPQD faz parte do ecossistema de inovação aberta que vem alavancando o empreendedorismo, por meio de sua notória competência em Telecomunicações, Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Conectividade, Blockchain e Mobilidade Elétrica. O CPQD é uma organização privada, com mais de 45 anos, que presta serviços e desenvolve tecnologias de produtos e sistemas de missão crítica atendendo às complexas necessidades do mercado. Esses são os resultados de seu programa de P&D&I, que é a base da inovação em seus temas estratégicos para redes de próxima geração, cidades inteligentes, agronegócio inteligente e manufatura avançada. O CPQD atua em toda a jornada de inovação – da ideia à implementação – e é apaixonado por tecnologia, gerando desenvolvimento, progresso e promovendo o bem-estar da sociedade.

Para mais informações, visite:  https://www.cpqd.com.br

VEJA TAMBÉM:  BARRA DE SÃO FRANCISCO RECEBE CINEMA ITINERANTE GRATUITO

 

Relacionados

Appgate
Appgate tem novo diretor para o Brasil

Appgate tem novo diretor para o Brasil Marcos Tabajara assume o cargo com...