kryptus

Kryptus e Matera anunciam parceria em segurança de chaves criptográficas

Share:

Compartilhe

Siga no Google Notícias

 

De olho no PIX, Kryptus e Matera anunciam parceria em segurança de chaves criptográficas

Em webinar a ser realizado em 25 de fevereiro, as empresas promovem debate sobre o impacto do novo sistema de pagamentos instantâneos no mercado

 

São Paulo, 23 de fevereiro de 2021 — A Matera, empresa de tecnologia especializada em serviços  para o mercado financeiro, e a Kryptus, multinacional brasileira de criptografia e segurança cibernética, acabam de anunciar um acordo para oferecer soluções que garantem a segurança das chaves criptográficas nas transações via PIX, sistema de pagamentos instantâneos brasileiro.  Motivada pela alta demanda por segurança, tanto por parte das instituições financeiras quanto dos consumidores, a parceria vai oferecer ao mercado soluções que garantem transações seguras para pagamentos instantâneos e pix. 

Com apenas dois meses de operação, o PIX já registrava mais de 116 milhões de chaves e 92 milhões de transferências, responsáveis pela movimentação de mais de R$ 83 milhões. Os dados são da última divulgação do BC, realizada em dezembro de 2020. A agilidade do sistema, no entanto, também atraiu a atenção de criminosos, que já aplicam os mais diversos tipos de golpes, causando prejuízos a instituições financeiras de diversos portes.

De acordo com Roberto Gallo, CEO da Kryptus, toda transferência entre contas e bancos gera uma mensagem com as informações da transação para que o BC possa verificar a autenticidade da operação. “A chave criptográfica, uma espécie de assinatura que autentica essa mensagem, deve ficar armazenada em um HSM, que funciona como um cofre impenetrável”, explica. “É a única forma de garantir a segurança desses dados”. 

A Matera, que desenvolve tecnologias para o core bancário das instituições financeiras responsáveis pela realização de cadastros e saldos das contas, TEDs, DOCs, transações PIX e geração de boletos bancários, entre outros, homologou, o kNET, da Kryptus, único dispositivo HSM (Hardware Security Module) brasileiro certificado FIPS. O uso de HSM não é obrigatório, mas é recomendado pela Matera e pelo BC.  

Com o objetivo de promover debate sobre o impacto do PIX no mercado brasileiro, a Matera e a Kryptus realizarão um webinar gratuito no dia 25 de fevereiro.

Os participantes terão oportunidade de esclarecer dúvidas e enviar perguntas sobre as expectativas de aumento dos negócios com a nova modalidade de pagamento; conciliação bancária, taxas de cartões e custódia; risco da guarda de dinheiro; fraudes no cenário do varejo; e aumento do fluxo no e-commerce, entre outros. 

Os interessados em participar devem realizar Inscrição por meio do link ttps://www.sympla.com.br/webinar-protecao-cibernetica-e-o-pix__1125164.

 

Sobre a Kryptus

A Kryptus é uma multinacional brasileira provedora de soluções de criptografia e segurança cibernética altamente customizáveis, confiáveis e seguras para aplicações críticas, com foco na entrega de serviços de alto nível para resolução das missões de seus clientes. Fundada em Campinas (SP), em 2003, atua hoje nos setores público e privado dos mercados do Brasil, LATAM, Europa, Oriente Médio e África, sendo reconhecida pelo Ministério da Defesa do Brasil com o selo EED – Empresa Estratégica de Defesa, além de contar com selo Gartner Cool Vendor.

Relacionados

ABCD
ABCD – Golpistas intensificam uso de falsas fintechs para pedir dinheiro

Em meio à aceleração digital, golpistas intensificam uso de falsas fintechs para pedir...

Hackers, Cyxtera
Cyxtera-Ameaças digitais: 3 maneiras de neutralizar os ataques mais comuns

Cyxtera-Ameaças digitais: três maneiras de neutralizar os ataques mais comuns Lista foi elaborada...

×

Olá!

Clique em nosso atendimento abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie um e-mail para [email protected]

× Como posso te ajudar?