Kryptus

Kryptus participará do projeto da nova Rede Operacional de Defesa do Brasil

Share:

Compartilhe

Siga no Google Notícias

 

Kryptus participará do projeto da nova Rede Operacional de Defesa do Brasil

A empresa foi a vencedora do primeiro processo licitatório de aquisição do Ministério da  Defesa a utilizar o Termo de Licitação Especial; a nova rede fornecerá serviços de voz e  dados para apoiar a tomada de decisão da Estrutura Militar de Defesa

São Paulo, 18 de março de 2021 – A Kryptus, multinacional brasileira especializada em criptografia e segurança cibernética, venceu o processo licitatório do projeto da nova Rede Operacional de Defesa (ROD) do Brasil.  

Além do fornecimento das tecnologias de segurança criptográfica, a empresa, que recentemente obteve renovação da certificação de Empresa Estratégica de Defesa (EED) – concedida pelo Ministério da Defesa (MD) – também será responsável pela readequação dos ativos de TIC e expansão física e lógica da  ROD, bem como pelo monitoramento e suporte técnico operacional da rede.

Espinha dorsal do Sistema Militar de Comando e Controle (SISMC2), a ROD tem como  propósito prover serviços de voz, dados e apoio à decisão de forma integrada,  oportuna, simples, segura, flexível, confiável e contínua aos diversos níveis decisórios  da Estrutura Militar de Defesa.

A nova ROD é uma reestruturação e modernização da infraestrutura atual, mantida  sob a Chefia de Operações Conjuntas (CHOC) do Estado-Maior Conjunto das Forças  Armadas (EMCFA/MD).

“Com a mudança dos paradigmas de mobilização e combate para a ‘Guerra Centrada  em Redes’¹ e no médio prazo para a ‘Guerra em Mosaico’² é importante que os  elementos de Comando e Controle sejam cada vez mais soberanos e interoperáveis”,  aponta Roberto Gallo, fundador e diretor geral da Kryptus. “Estamos muito honrados  com o projeto”, conclui.

O processo de aquisição foi o primeiro realizado pelo Ministério da Defesa a utilizar o  instrumento de TLE – Termo de Licitação Especial – previsto na Lei 12.598/2012.  Amparado por decisão do Conselho de Defesa Nacional, o TLE estabelece que o  fornecimento de soluções para a proteção de informações classificadas em qualquer  grau de sigilo deve ser feito exclusivamente por Empresas Estratégicas de Defesa (EED)  e com desenvolvimento no país. Tecnologias estrangeiras são proibidas no processo. A  maior parte do fornecimento deverá ser realizada ainda no ano de 2021.

VEJA TAMBÉM:  SiDi oferece mais de 50 vagas para profissionais em tecnologia

Notas:

¹A GCR, ou Guerra Centrada em Redes, é uma doutrina de estruturação do Comando e  Controle que prevê a garantia da superioridade no campo das informações, a fim de  aprimorar o poder de combate, a prontidão e aumentar a velocidade de Comando, pela  redução do atraso no trâmite de informações e ordens.

² Guerra de mosaico: uma estratégia de combate baseada na integração de inúmeros  sistemas de tecnologia menores que se encaixam (como blocos de um Lego) formando  uma estrutura capaz de atingir o sistema adversário e obter sucesso no ataque.

Sobre a Kryptus

A Kryptus Segurança da Informação S.A. é a líder brasileira em criptografia e  cibernética para aplicações de defesa, segurança e inteligência. Colabora em diversos  programas estratégicos das Forças Armadas e outros órgãos de Estado. Dentre os  principais em que atua, destacam-se o SISFRON, LinkBR2, RDS-Defesa e Rondon, IFF  modo 4 Nacional, Nova ROD e AC-Defesa. Fundada em 2003 a empresa possui sede em  Campinas/SP, escritórios em São Paulo Capital, Brasília e subsidiária em Yverdon-les Bains, Suíça. Além dos sócios históricos, possui como acionistas minoritários Embraer,  BNDES, FINEP, DesenvolveSP (por meio do Fundo Aeroespacial) e Kudelski.

Relacionados

Lumu
ANBC – Proteção de dados pessoais é incluída entre os direitos fundamentais

ANBC – Proteção de dados pessoais é incluída entre os direitos fundamentais Promulgação...

fotônica
Quod anuncia plataforma de avaliação de crédito baseada em machine learning

Quod anuncia nova plataforma de avaliação de crédito baseada em machine learning Quod...