inadimplência

ABCD – Estudo mapeia inadimplência entre as fintechs de crédito

Share:

Estudo da ABCD e PwC Brasil mapeia comportamento da inadimplência entre as fintechs de crédito

Pesquisa revela que volume de inadimplentes entre pessoas físicas aumentou em categorias específicas, enquanto que, entre as empresas, as taxas registraram queda em 2022

São Paulo, 04 de dezembro de 2023: Um dos principais desafios do ambiente econômico, a inadimplência atingiu de maneira distinta pessoas físicas e jurídicas atendidas pelas fintechs de crédito em 2022. De acordo com as conclusões da terceira edição da Pesquisa Fintechs de Crédito Digital, realizada em parceria entre a Associação Brasileira de Crédito Digital – ABCD e a PwC Brasil, em geral, a inadimplência para pessoas físicas apresentou leve aumento em categorias específicas no período analisado.

A modalidade crédito pessoal não consignado, por exemplo, alcançou 17% — no ano anterior, registrou 16%. O documento destaca ainda que o índice é inferior aos 44% de inadimplentes observados pela Serasa em julho deste ano para a população brasileira.

A pesquisa revela também que a inadimplência referente às modalidades cartão de crédito parcelado (11%), à vista (9%) e rotativo das fintechs (9%) são bens inferiores à média do brasileiro no cartão de crédito rotativo e parcelado, que atingiu o nível recorde de 31,5% em abril de 2023.

Quando analisados os clientes pessoas jurídicas, as taxas de inadimplência caíram. Nesse contexto, destacam-se as modalidades de aquisição de bens e imóveis e capital de giro com prazo maior que 365 dias, que caíram, respectivamente, de 15% para 13% e de 16% para 15%, na comparação de 2021 com 2022.

Na visão de Sandro Reiss, presidente da ABCD, “os dados indicam que as fintechs utilizaram melhores práticas de seleção de clientes e de administração de risco em um ano de superação e resiliência.”

VEJA TAMBÉM:  Lumu inicia operação no Brasil para atender mercado de cibersegurança

O estudo revelou ainda que as fintechs mantiveram o crescimento ao conceder quase R$ 14 bilhões em crédito em 2022, uma adição de 9% em relação ao ano anterior, que registrou mais de R$ 12 bilhões.

A pesquisa completa pode ser acessada em https://creditodigital.org.br/wp-content/uploads/2023/11/ABCD-PwC_ESTUDO-Credito_Digital_Out23.pdf

 

Sobre a ABCD

A ABCD (Associação Brasileira de Crédito Digital) é uma associação sem fins lucrativos de âmbito nacional formada por fintechs que oferecem produtos e serviços financeiros. Em franco crescimento no Brasil e no mundo, as fintechs estão mudando a dinâmica do mercado de crédito. São três os objetivos principais da ABCD: busca de maior eficiência no ciclo de crédito, fomento de iniciativas que propiciem o desenvolvimento do mercado de crédito digital no qual as fintechs associadas atuam e criação de relacionamento institucional consistente com os reguladores e demais agentes do ecossistema do crédito.

 

Sobre a PwC 

Na PwC, o nosso propósito é construir confiança na sociedade e resolver problemas importantes. Somos um Network de firmas presente em 151 países, atuando no Brasil há mais de 100 anos, dedicados à prestação de serviços de qualidade em auditoria e asseguração, consultoria tributária e societária, consultoria de negócios e assessoria em transações. Saiba mais sobre a PwC e nos diga o que é importante para sua empresa ou carreira, visitando nosso site. 

 

© 2023 PwC. Todos os direitos reservados. 

 

Relacionados

Dicas da Furukawa para garantir a conectividade da indústria 4.0

Compartilhe Dicas da Furukawa para garantir a conectividade da indústria 4.0 São Paulo,...

cinema itinerante
OLÍMPIA RECEBE CINEMA ITINERANTE

OLÍMPIA RECEBE CINEMA ITINERANTE, UMA PROPOSTA DE DIVERSÃO GRATUITA PARA TODAS AS IDADES Além...