CPqD apoia projeto de alpinismo que marcará o lançamento de sua logomarca

Share:

Nova marca, que será revelada no topo do Monte Everest, faz parte da estratégia de reposicionamento da organização.

Campinas, 22 de março de 2019 – Ousadia para inovar sem limites. Com esse slogan, o alpinista Rodrigo Raineri, um dos mais experientes do Brasil, embarca para o Nepal neste domingo, 24 de março, para uma empreitada que conta com o patrocínio do CPqD: o Projeto Everest 2019. O objetivo de Raineri é escalar os 8.848 metros de altura do Monte Everest, na Cordilheira do Himalaia, e descer voando de parapente do cume até a base – um feito inédito na história desse monte.

A parceria com o alpinista faz parte da estratégia de reposicionamento do CPqD, um processo iniciado em 2018 e que culminará com uma nova logomarca, a ser lançada no topo da montanha mais alta do mundo. A nova marca do CPqD estará estampada na bandeira que Rodrigo Raineri vai colocar no cume do Everest, na segunda quinzena de maio (após uma escalada que deverá durar cerca de dois meses), e também no parapente que usará para descer a montanha.

“Estamos vivendo um momento de transformação e de renovação, que será representado na logomarca”, afirma Sebastião Sahão Júnior, presidente do CPqD. “E esse projeto de Rodrigo Raineri tem o espírito de ousadia, de inovação, de trabalho em equipe, de superação e de planejamento para o futuro que caracterizam o atual momento do CPqD. Por isso, estamos apoiando o projeto, que vai revelar nossa nova logomarca no topo do Everest”, acrescenta.

Essa será a sexta expedição de Raineri ao Monte Everest. Sua paixão pelo alpinismo – atividade à qual se dedica há 30 anos – fez com que ele escolhesse esse local para comemorar 50 anos de vida, que completa no dia 9 de maio.

Natural de Ibitinga (SP), Rodrigo Raineri é formado em Engenharia da Computação pela UNICAMP. Como alpinista profissional, realizou dezenas de projetos e expedições de montanhismo, entre os quais se destacam a escalada e também decolagem do Mont Blanc, na França, e a chegada ao cume do Kilimanjaro, na Tanzânia. Conduziu também expedições ao Aconcágua, na Argentina, onde se consagrou por ter escalado a temida Face Sul em pleno inverno. É reconhecido como o único brasileiro a ter escalado como guia as sete maiores montanhas de cada continente, no Projeto Sete Cumes.

Suas experiências renderam dois livros: No Teto do Mundo e Imagens do Teto do Mundo. Com o Projeto Everest 2019, Raineri aproveitará para divulgar e incentivar a prática da escalada esportiva como esporte olímpico.

Sobre o CPqD

Com foco na inovação em tecnologias da informação e comunicação, o CPqD mantém um portfólio abrangente de soluções que são utilizadas nos mais diversos segmentos de mercado, no Brasil e no exterior, contribuindo para o aumento da eficiência das organizações, a transformação da experiência com seus clientes, a viabilização de modelos de negócios e a criação de novos produtos. Referência tecnológica no país, o CPqD integra o ecossistema de inovação aberta que vem alavancando o empreendedorismo, por meio de suas competências em áreas estratégicas da transformação digital – como Internet das Coisas, Inteligência Artificial e Conectividade. O CPqD é uma organização privada, com mais de 40 anos, que entrega serviços e desenvolve tecnologias de produtos e de sistemas de missão crítica aderentes às necessidades complexas do mercado. Esses são resultados do seu programa de P&D, que é a base para inovação em suas apostas estratégicas no futuro das cidades inteligentes, do agronegócio inteligente e da manufatura avançada. O CPqD é apaixonado pela tecnologia que gera progresso e promove o bem-estar da sociedade.

www.cpqd.com.br

 

 

Relacionados

cinema itinerante
ITÁPOLIS RECEBE CINEMA ITINERANTE

ITÁPOLIS RECEBE CINEMA ITINERANTE,UMA PROPOSTA DE DIVERSÃO GRATUITA PARA TODAS AS IDADES Além...

Tecnologias do CPqD são premiadas em evento voltado à inovação aberta

www.cpqd.com.br Campinas, 11 de março de 2019 – As tecnologias do CPqD conquistaram...