SiDi IARA

SiDi IARA contribui para formar especialistas e criar aplicações em IA

Share:

Supercomputador SiDi IARA contribui para a formação de especialistas e a criação de aplicações inovadoras em IA

 

Campinas, 22 de junho de 2022 – A Universidade Federal do Ceará, por intermédio do seu Departamento de Computação, iniciou em maio uma nova residência tecnológica, com nível de especialização latu sensu, em parceria com a Samsung e o SiDi. O foco da pós-graduação, que tem duração de 15 meses, é Segurança da Informação, com o uso de Inteligência Artificial (IA), machine learning e de técnicas e ferramentas de ciência de dados para a solução de problemas nessa área.

O objetivo principal dessa iniciativa é incentivar a formação de profissionais com alto grau de especialização em segurança da informação. Para isso, o SiDi oferece aos 20 alunos que participam da residência tecnológica a oportunidade de vivenciar seu ambiente de projetos voltado a resolver desafios reais do setor empresarial e, ainda, de utilizar o maior laboratório de Inteligência Artificial da América Latina – o SiDi IARA (Inteligência Artificial Revolucionando o Amanhã).

Construído por meio de parceria entre a Samsung e o SiDi, a partir de recursos da Lei de Informática, o supercomputador IARA conta com tecnologia da NVIDIA Enterprise e possui capacidade de processamento equivalente a 2 milhões de notebooks trabalhando em conjunto (são 125 petaflops). Esse recurso poderoso e avançado já está disponível para os alunos do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco (CIn/UFPE) que participam das residências tecnológicas nas áreas de Visão Computacional e Engenharia e Ciência de Dados, criadas pela instituição de ensino em parceria com a Samsung – e que contam com o apoio da unidade SiDi Recife, responsável pela parte prática dos cursos. 

O SiDi IARA também vem sendo utilizado como infraestrutura básica dos Centros de Excelência em Inteligência Artificial que estão sendo criados pela Samsung com universidades e centros de P&D do país, com o objetivo de incentivar a pesquisa e desenvolvimento de aplicações baseadas em IA. Um deles é o novo Centro de Excelência em Saúde & Bem-Estar e Inteligência Artificial (SABIÁ), anunciado neste ano, a partir de parceria entre a Samsung e o CIn/UFPE.

VEJA TAMBÉM:  Em rápida expansão, fintechs concederam R$ 1,195 bilhões de crédito em 2018

Uma das iniciativas conduzidas nesse contexto é o projeto Viva Bem, que conta com  parceria da Unicamp e do SiDi. O foco do projeto é a realização de pesquisas inovadoras na área de saúde e bem-estar, bem como a formação de recursos humanos altamente capacitados nesse setor. Nos dois casos, o alto poder de processamento do SiDi IARA será um recurso valioso que irá contribuir para o teste e validação das soluções desenvolvidas pelos pesquisadores desses centros de excelência.

 

Sobre o SiDi

Com 18 anos de experiência e um portfólio que ultrapassa mil projetos, o SiDi é um dos maiores institutos de ciência e tecnologia do Brasil. São mais de 700 colaboradores desenvolvendo soluções sob medida para transformar os negócios das empresas e o dia a dia de milhões de pessoas.

Relacionados

Furukawa
Provedor da Bahia aposta em soluçã da Furukawa para expandir sua rede

Compartilhe Siga no Google Notícias Provedor da Bahia aposta em solução pré-conectorizada da...

Padtec Proxxima Telecom
Padtec oferece treinamento gratuito para operadoras regionais no Ceará

Padtec oferece treinamento gratuito sobre tecnologia DWDM para operadoras regionais no Ceará  Voltado...