Catuaí Shopping

Catuaí Shopping reduz emissões de carbono

Share:

Catuaí Shopping Londrina reduz consumo de energia e emissões de carbono com projeto implantado pela Johnson Controls

Administrado pela Allos, o shopping buscava alternativas para reduzir custos operacionais quando decidiu investir em projeto de eficiência energética

São Paulo, 05 de dezembro de 2023 – A busca por alternativas para reduzir seus custos fixos de operação motivou o Catuaí Shopping Londrina, no Paraná, a investir em um projeto de eficiência energética que vem trazendo ganhos importantes também em termos de sustentabilidade ambiental – um dos vetores da sigla ESG (Environmental, Social and Governance). Executado pela Johnson Controls (NYSE: JCI), líder global em edificações inteligentes, saudáveis e sustentáveis, o projeto incluiu a realização de um estudo de eficiência energética, a automação de equipamentos e a aplicação de recursos tecnológicos visando otimizar o sistema de climatização (HVAC) do shopping e permitir o monitoramento remoto de variáveis e indicadores relevantes.

Com 57.350 metros quadrados de área bruta locável (ABL), o Catuaí é o maior shopping center de Londrina e está entre os dez maiores administrados pela Allos – ocupa a 7.ª posição entre os 62 empreendimentos do portfólio do grupo, que está presente nas cinco regiões do país e tem como parte essencial de sua estratégia o compromisso com a sustentabilidade. Entre as ações do grupo nessa área, destacam-se a contratação de energia proveniente de fontes incentivadas (como eólica, solar e hidrelétrica) em 83% dos shoppings, a recuperação de 27.663 toneladas de resíduos por meio de processos como reciclagem e compostagem e a utilização de mais de um sistema de captação de água em 77% dos shoppings, evitando sobrecarregar uma só fonte desse recurso.

Inaugurado em 1990, o Catuaí Shopping Londrina abriga 300 lojas, entre âncoras e satélites, praças de alimentação, cinema, serviços e lazer, num total de 137.374 metros quadrados de área construída. Cerca de um milhão de pessoas passam pelo shopping mensalmente. Em 2020, a preocupação em diminuir os custos operacionais levou o Catuaí Shopping a investir em um projeto de redução do consumo de energia – afinal, os gastos com energia elétrica têm um peso expressivo nas despesas de um shopping center, seja qual for o porte.

VEJA TAMBÉM:  Johnson Controls é eleita uma das 100 empresas mais sustentáveis do mundo

Para isso, buscou o apoio da Johnson Controls, que realizou um estudo de eficiência energética, por meio de um projeto de otimização de seu sistema de climatização (HVAC) e baseado em dados históricos, que considerou fatores como forma de operação, consumo de energia da central de água gelada (CAG), tarifa de energia e saúde dos equipamentos utilizados. “As análises, fundamentadas no uso dos dados existentes, com nosso algoritmo de controle e otimização do sequenciamento de equipamentos na CAG, indicaram a possibilidade de redução do consumo, a princípio, em até 12%”, conta Fernando Gonçalves, gerente de Soluções Digitais da Johnson Controls para os países ao sul da América Latina.

O projeto foi implementado em três fases: automação da central de água gelada, automação dos fancoils de áreas comuns do shopping, com instalação de controladores inteligentes e sensores de temperatura e CO2, entre outros dispositivos, e implantação de Central de Operações Remota (ROC), responsável por medições de performance e monitoramento remoto das principais variáveis e indicadores relacionados à eficiência energética. Já no primeiro ano após a implantação do projeto, o shopping alcançou uma redução no consumo da CAG (chillers, bombas, torres, etc) de 18%. Em dois anos, a redução no consumo de kWh atingiu a média de 30%, com aumento da eficiência energética da CAG em mais de 50% (de 1,4 kW/TR para 0,6 kW/TR).

“Outro resultado importante do projeto implantado pela Johnson Controls no Catuaí Shopping foi a redução das emissões de carbono que chega a 106 toneladas por ano, em média”, ressalta Gonçalves. No total, a solução de eficiência energética já gerou uma economia de mais de R$ 1 milhão para o shopping. “E ainda trouxe uma melhora considerável no conforto térmico tanto para lojistas e prestadores de serviço como para o público frequentador”, acrescenta o executivo.

VEJA TAMBÉM:  Greener Summit 2023 debate regulação, investimentos e novos negócios

Para a Allos, o projeto está totalmente alinhado ao compromisso do grupo com a sustentabilidade. “Desde o início, a Johnson Controls se mostrou uma das melhores parceiras e com a melhor tecnologia abarcada para a automação, o que trouxe um diferencial importante”, afirma Willian Freneda, gerente de Operações da Allos.

Fernando Gonçalves observa que, além dos resultados financeiros significativos, o projeto permitiu ao Catuaí Shopping Londrina alcançar suas metas de eficiência energética, contribuindo também para a sustentabilidade ambiental. “O compromisso da Johnson Controls é exatamente oferecer produtos e serviços cada vez mais sustentáveis, para apoiar nossos clientes em suas metas de redução do consumo de energia e, com isso, de emissões de carbono”, afirma.

 

 

Sobre a Johnson Controls

Na Johnson Controls (NYSE: JCI), transformamos os ambientes onde as pessoas vivem, trabalham, aprendem e se divertem. Como líder mundial em edificações inteligentes, saudáveis ​​e sustentáveis, nossa missão é reimaginar o desempenho das edificações para servir às pessoas, aos espaços e ao planeta.

Com uma história de mais de 135 anos de inovação, na Johnson Controls traçamos o projeto do futuro em setores como saúde, educação, data centers, aeroportos, estádios, manufatura e outros, por meio de nossa abrangente oferta digital OpenBlue. Com uma equipe global de 100.000 especialistas em mais de 150 países, a Johnson Controls oferece o maior portfólio mundial de tecnologia e software de construção, bem como soluções de serviço com algumas das marcas mais reconhecidas do setor. Para obter mais informações, visite www.johnsoncontrols.com/pt_br ou siga-nos no LinkedIn e no Facebook Johnson Controls América Latina.

Relacionados

Zero Trust
Appgate – Ataques cibernéticos crescem 60% na América Latina

Appgate – Ataques cibernéticos crescem 60% na América Latina; região foi a mais...

Comitê Nacional de Cibersegurança
CPQD inicia pesquisa para a edição 2023 do Radar Conecte-se ao Novo

Compartilhe Siga no Google Notícias   CPQD inicia pesquisa para a edição 2023...