Lumu

Lumu – Dminuição de custos deve impactar cibersegurança ainda em 2023

Share:

Mudança de paradigma, diminuição de custos e modelos de negócios como serviço devem impactar cibersegurança ainda em 2023, aponta Lumu 

Conclusões são de Ricardo Villadiego, fundador e CEO da Lumu Technologies, empresa especializada em identificar ameaças e isolar instâncias confirmadas de comprometimento

 

São Paulo, 24 de maio de 2023: A maneira de operar a cibersegurança globalmente deve mudar gradativamente ainda no decorrer deste ano, em uma quebra de paradigma ligada à pressões crescentes que impactam o segmento, incluindo aumento da fadiga das equipes, ecossistemas fragmentados e emprego de ferramentas que exigem cada vez mais habilidades e conhecimentos. A conclusão é de Ricardo Villadiego, fundador e CEO da Lumu Technologies, empresa de cibersegurança que criou o modelo Continuous Compromise Assessment™, que permite às organizações medir os comprometimentos em tempo real. 

De acordo com Villadiego, o movimento será possibilitado por duas razões tecnológicas. “Em primeiro lugar, a combinação do advento da banda larga ilimitada com o poder de computação e a capacidade de armazenamento sem limites. E, a partir desses desenvolvimentos, o uso eficaz de modelos de dados e IA”, analisa. 

O especialista destaca ainda que o mercado tende a assistir a uma alteração cada vez mais significativa nas operações de cibersegurança corporativa, notadamente em pequenas e médias empresas. “Temos notado mudanças nos modelos de negócios de cibersegurança como serviço, beneficiando o cliente. Desta forma, a tendência é que ocorra uma diminuição no custo de operações proficientes, principalmente quando a IA generativa for totalmente absorvida pelos fornecedores de cibersegurança, reduzindo a barreira de entrada para novos talentos que atuam no segmento.”

O mercado de cibersegurança, segundo os especialistas da Lumu, tende a testemunhar também a entrada de novos provedores de produtos e serviços, operando de forma eficiente, o que vai impor desafios aos líderes do setor, impulsionando a concorrência. No entanto, o mercado continua a enfrentar fornecedores que criam muitos atritos ao não permitir integrações a fim de defender sua posição, o que impede que ferramentas isoladas e segregadas se comuniquem e sejam mais fortes juntas.

VEJA TAMBÉM:  Lumu reforça estratégia de canais para ampliar em 125% a rede de parceiros

“Agora é a hora de tratar a cibersegurança como um problema solucionável. Para criar os recursos corretos de SecOps, será preciso agrupar toda a telemetria para fornecer melhor detecção e unir a pilha de segurança cibernética para se defender melhor. A resposta não está em tecnologias legadas, mas em plataformas que permitam que operadores e defensores façam o trabalho com mais eficiência”, pontua Villadiego. 

“Está muito claro que muitas disrupções estão por vir e que a avaliação contínua do comprometimento das redes seguirá como a âncora para operações de cibersegurança proficientes”, finaliza o executivo.

 

Sobre a  Lumu Technologies

Com sede em Miami, Flórida, a Lumu é uma empresa de cibersegurança focada em ajudar organizações corporativas a identificar ameaças e isolar instâncias confirmadas de comprometimento. Ao implementar os princípios do Continuous Compromise Assessment™, a Lumu construiu uma poderosa solução de feedback e autoaprendizagem que ajuda as equipes de segurança a acelerar a detecção de comprometimentos confirmados, obter visibilidade em tempo real em toda a infraestrutura e fechar a lacuna de detecção de falhas de segurança de meses a minutos. Saiba mais sobre como o Lumu identifica pontos de comprometimento da rede em www.lumu.io.

Relacionados

Grupo Energisa
Fintech do Grupo Energisa, Voltz é nova associada da ABCD

Fintech do Grupo Energisa, Voltz é nova associada da ABCD Entidade iniciou também...

acesso seguro
CRN® concede à Appgate 5 estrelas no Guia do Programa de Parceiros 2022

CRN® concede novamente à Appgate 5 estrelas no Guia do Programa de Parceiros...