Comitê Nacional de Cibersegurança

CPQD lança Residência Tecnológica em Segurança Cibernética com a Facens

Share:

CPQD inova e lança Residência Tecnológica em Segurança Cibernética em parceria com a Facens

Iniciativa vai formar profissionais altamente qualificados para o mercado

Campinas, 24 de abril de 2023 – O CPQD lança, em parceria com o Instituto de Pesquisas do Centro Universitário Facens (IP Facens), um programa inovador e inédito de Residência Tecnológica em Segurança Cibernética, totalmente gratuito para estudantes e profissionais da área de tecnologia. Com início em 15 de maio, o programa prevê um processo de 14 meses, dividido em duas fases: teórica e prática. A primeira será conduzida pela Facens, responsável pelas aulas e pela trilha de aprendizagem. Já a segunda acontecerá de forma híbrida no CPQD e será coordenada essencialmente pelos especialistas da organização.

Impulsionada pela forte demanda de mercado, bem como por uma carência de profissionais capacitados para atuar na área de segurança cibernética, a residência tem o objetivo de enfrentar o desafio, formando profissionais especializados nessa área para a sociedade e para o mercado. Para isso, os participantes terão a possibilidade de atuar em projetos reais do CPQD, com tecnologias disruptivas e avançadas. 

Eniceli Rodrigues, gestora de projetos do CPQD, explica que a iniciativa vai permitir uma atuação conjunta, visando uma aprendizagem significativa. “A segurança cibernética é transversal, integrando e possibilitando a atuação segura de todas as áreas de TICs, como Inteligência Artificial (IA) e Internet das Coisas (IoT). Dada esta importância, os alunos serão capacitados em um ambiente de exploração de novas ameaças, proteção e orquestração de um time da área”, ressalta.

O programa integra a Residência Tecnológica em IA e IoT, cujo lançamento, inscrições – que somaram mais de 2100 profissionais – e início das aulas aconteceram no mês de março, em parceria com a PUC-Campinas. A iniciativa como um todo é um Programa Prioritário de Interesse Nacional (PPI), que tem o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e é coordenado pela Softex, empresa que executa iniciativas de apoio, desenvolvimento, promoção e fomento para impulsionar a indústria brasileira de software e serviços de TI. 

VEJA TAMBÉM:  CPQD inaugura núcleo de agronegócio inteligente em Piracicaba

De acordo com Jane Ellen Morales, diretora de Gestão de Pessoas do CPQD, o programa vai permitir que o CPQD estreite laços com instituições de ensino de grande relevância, além de ser uma grande contribuição para o país. “Vamos formar profissionais altamente qualificados para o mercado. Isso faz parte da nossa missão como organização, de contribuir para o desenvolvimento, progresso e bem-estar da sociedade”, afirma.

Para Andreia Leles, coordenadora de cursos e projetos acadêmicos in company do Centro Universitário Facens, parcerias entre instituições de ensino superior e o setor privado são de extrema importância para a propagação do conhecimento e ampliação da empregabilidade. “Estamos muito animados com mais esta parceria firmada por meio do IP Facens, que envolve academia, iniciativa privada e apoio governamental. Os estudantes terão uma grande oportunidade em mãos e nossa missão é capacitar, com excelência, profissionais e cidadãos responsáveis preparados para a vida”, afirma.

As inscrições acontecem entre os dias 20 de abril e 5 de maio. Serão selecionados 50 estudantes, que passarão por três trilhas de conhecimento e, ao final, pela aplicação de um BootCamp – projeto com problemas reais sob a monitoria de professores especialistas na área de segurança cibernética. Nessa fase do treinamento, as aulas serão de segunda a sexta, das 17h às 18h45, na modalidade online síncrona. 

Finalizada a parte teórica, os inscritos passarão por uma banca avaliadora, que selecionará 20 estudantes para seguir para a prática, no CPQD. As 20 horas semanais serão divididas entre o treinamento presencial e o online. Nesse modelo híbrido, que tem duração de oito meses, parte dos estudantes será bolsista do CPQD no período da manhã (das 8h às 12h), e parte à tarde (das 13h às 17h). Aos selecionados para a atuação prática, será disponibilizada uma bolsa para subsidiar a formação. 

VEJA TAMBÉM:  Solução do CPQD conquista prêmio de inovação

Mais informações e as inscrições no programa podem ser feitas pelo link https://facens.br/residencia-cpqd/

Relacionados

Furukawa oferece soluções de cabeamento para as novas redes Wi-Fi 6

Compartilhe Furukawa oferece soluções de cabeamento para as novas redes Wi-Fi 6 São...

Cinema Itinerante
CAPANEMA RECEBE CINEMA ITINERANTE GRATUITO

CAPANEMA RECEBE CINEMA ITINERANTE, UMA DIVERSÃO GRATUITA PARA TODAS AS IDADES Além do...