Segurança sensormatic, adt

Dia dos Pais: Como o varejo pode diminuir as perdas e estimular as vendas?

Share:

Dia dos Pais: como o varejo pode se preparar para diminuir as perdas e estimular as vendas?

Foco no engajamento do time e investimento em tecnologia estão entre as recomendações da Sensormatic Solutions

São Paulo, 23 de julho de 2019 – O Dia dos Pais, que será celebrado no dia 11 de agosto, deve impulsionar as vendas do varejo brasileiro. Segundo um levantamento realizado pelo Google, 38% dos entrevistados pretendem gastar mais com presentes do que no ano passado, representando um ticket médio de R$ 298.

O aumento do fluxo em datas sazonais, entretanto, exige que os varejistas redobrem a atenção. “O maior movimento pode significar possíveis furtos e demais perdas que trazem impacto à rentabilidade da empresa”, explica Gilberto Quintanilha Júnior, gerente de Prevenção de Perdas da Sensormatic Solutions, maior fornecedora de tecnologia para o varejo do mundo.

Segundo uma pesquisa realizada pela Abrappe (Associação Brasileira de Prevenção de Perdas), o varejo registrou aumento de quase 7% no índice de perdas em 2018, diante de uma alta inferior a 2% de faturamento. O executivo, então, ressalta que, por meio de boas práticas e de soluções tecnológicas, é preciso adequar as ações preventivas à realidade de cada ponto de venda. “Mas sem perder a atenção à experiência de compra do consumidor, que poderá gerar impacto positivo no faturamento e na margem, além da redução das perdas”, alerta.

Visando este cenário de aumento de perdas e do fluxo esperado para o Dia dos Pais, a Sensormatic Solutions elencou cinco dicas para o varejista se prevenir e alavancar as vendas:

1) Utilize a tecnologia como aliada

O uso de soluções de gestão, exposição, monitoramento e segurança é ponto-chave para quem quer ter os melhores resultados, já que esses itens inibem a ação de fraudadores e melhoram a experiência de compra do cliente. “Com essas tecnologias, o varejista tem maior visibilidade de seus estoques e da operação, além de produtos em menor risco e expostos de forma mais adequada”, destaca o executivo.

VEJA TAMBÉM:  SiDi patrocina equipes de e-sports da Unicamp

2) Garanta a exposição e a reposição

Segundo Quintanilha, um dos principais fatores para a perda de uma venda – e até do próprio cliente – é a ausência do item no momento da compra. “A atuação da equipe e o uso de soluções de gestão de estoques dão visibilidade e permitem maior adequação à compra e distribuição, evitando perdas de venda e de inventário, ou relacionadas à quebra operacional”, completa.

3) Motive os funcionários

É necessário que todos os colaboradores estejam engajados. “Estimule toda a equipe a se sentir responsável pelos resultados, até porque, a venda e a perda afetarão a todos igualmente”, destaca Quintanilha. O executivo explica ainda que, durante as reuniões semanais ou diárias com os funcionários, é importante reforçar as orientações sobre pontos de atenção e destacar os resultados obtidos, sempre baseados em informações objetivas e simples.

4) Identifique áreas/produtos de risco

É importante identificar e mapear pontos de vulnerabilidade, que nem sempre representam toda uma área. “É necessário ter atenção ao acesso às áreas restritas, pessoas que circulam pela loja em pontos de pouca visibilidade e a itens que historicamente possuem perda”, explica o executivo. “Isso dará visibilidade à reposição, exposição e ao próprio atendimento, podendo resultar na conquista de clientes ou na inibição de possíveis furtantes”, completa. Outro ponto de destaque é checar se  a quantidade de itens existentes em Nota Fiscal é a mesma do estoque físico e do sistema recebido.

5) Atente-se à operação de caixa

Processos como cancelamentos, descontos, trocas e realização de sangrias precisam ser conferidos. Segundo o executivo, furtos, avarias ou vencimentos nem sempre representam a maior parte da perda. “Com a loja cheia é mais comum haver vulnerabilidades. Por isso, os controles e/ou ferramentas que monitoram e validam tais procedimentos são fundamentais para a segurança da operação”, pontua.

VEJA TAMBÉM:  Sensormatic e inVue: parceria para venda de cadeados eletrônicos no varejo

Para Quintanilha, fatores como conhecer as causas específicas das perdas e da não conversão da venda, ter acesso a informações com maior acurácia – de forma mais rápida e simples -, e utilizar soluções que padronizam e geram mais agilidade e segurança à operação contribuirão para vendas e margens mais adequadas à estratégia do varejista. “Ao seguir essas recomendações, o varejista poderá oferecer uma melhor experiência de compra ao cliente, garantindo a redução de prejuízos e contribuindo para a melhor rentabilidade do negócio”, conclui.

 

Sobre a Sensormatic Solutions

A Sensormatic Solutions é líder global em capacitar varejistas no engajamento de consumidores de forma inteligente e conectada. Combinando insights críticos sobre a acurácia de estoques, análise de fluxo de clientes e a prevenção de perdas, a Sensormatic Solutions potencializa a excelência operacional em escala e ajuda a criar experiências únicas de compra. As soluções oferecem visibilidade em tempo real e análise preditiva para tomadas de decisões precisas em toda a empresa. Com mais de 1,5 milhão de dispositivos de coleta de dados no mercado varejista, captamos 40 bilhões de visitas de clientes e rastreamos e protegemos bilhões de itens a cada ano. Nosso portfólio apresenta as marcas Sensormatic®, ShopperTrak® e TrueVUE ™. Para informações adicionais, por favor, visite SensormaticSolutions.com ou siga-nos no LinkedIn, Twitter e nosso canal no YouTube.

Relacionados

soluções green
Com foco em sustentabilidade, Secretaria do Paraná adota soluções green da Furukawa

Compartilhe Siga no Google Notícias   São Paulo, 08 de dezembro de 2020...

Sensormatic
Sensormatic ultrapassa a marca de 70 bi de produtos protegidos no mundo

Sensormatic Solutions ultrapassa a marca de 70 bilhões de produtos protegidos no mundo...